Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tempo de leitura: 13 minutos

Muitas empresas e profissionais freelancers já entenderam a importância de apresentar uma boa comunicação digital. Porém, boa parte deles não sabe a relevância de usar diferentes tipos de tipografia, assim como desconhecem a psicologia em torno delas e a diferença que elas podem fazer dentro da comunicação. 

Para conhecer diferentes tipos de tipografia, saber qual melhor se alinha a seu objetivo e muito mais, basta ler este guia exclusivo até o fim, que abordará os seguintes tópicos: 

  • O que é tipografia?
  • Qual a importância de escolher a tipografia certa?
  • Qual a diferença entre letras e fontes? 
  • Exemplos de empresas que usaram a tipografia a seu favor
  • Quais são os diferentes tipos de tipografia?
  • Quando usar cada tipografia? 
  • Como usar diferentes tipos de tipografia para chamar a atenção? 

O que é tipografia?

A palavra tipografia é derivada do grego typos = forma e graphein = escrita. Então, podemos entender que, basicamente, esse é um conceito que abrange o estudo, a criação e a aplicação dos caracteres, estilos, formatos e arranjos visuais das palavras.

Qual a importância de escolher a tipografia certa?

Existem algumas variáveis que compõem os elementos de cada tipo de fonte. Escolher entre elas, conforme mostraremos a seguir, depende da mensagem e da sensação que você pretende causar no seu leitor.

É possível transmitir desde alegria ou tristeza até seriedade e descontração apenas com o estilo da fonte que você optou para uma peça gráfica. 

Por conta disso, ter uma noção básica sobre tipografia, para poder combinar o que você deseja passar com a letra escolhida, é essencial.

Empresas que usaram a tipografia a seu favor

Para que você possa entender um pouco melhor sobre a importância da tipografia, veja a seguir alguns exemplos de grandes empresas que fizeram um redesign dos seus respectivos logos, para se adequarem a um novo momento ou apenas para deixar tudo mais simples.

Burger King

Para abrir 2021 com chave de ouro, o Burger King redesenhou toda sua identidade visual. Mais minimalista, o logo e seus outros elementos, como a tipografia, foram modificados para dar à marca um visual mais divertido e que transmita confiança. 

diferentestiposdetipografia1 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Google

O Google abandonou em 2015 a tipografia usada durante muitos anos por uma mais moderna, leve e amigável.

diferentestiposdetipografia2 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Instagram

Notar quando é necessário fazer mudanças para se tornar mais acessível é fundamental para manter-se ativo nos negócios. O Instagram fez parte das empresas que redefiniram a tipografia com essa intenção, implementando um estilo mais simples, deixando de lado os detalhes complexos.

diferentestiposdetipografia3 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Airbnb

A startup de aluguel de quartos, apartamentos e casas pela internet mudou de visual em 2016 com o mesmo objetivo do Instagram: eliminar detalhes e fazer com que a leitura do nome da marca seja mais fácil.

diferentestiposdetipografia4 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Netflix

A Netflix decidiu usar uma tipografia com caracteres mais grossos e contou com o auxílio das cores para causar esse efeito também. Antes com fundo vermelho e o letreiro em preto e branco, agora o fundo branco faz com que as letras em vermelho ganhem maior destaque.

diferentestiposdetipografia5 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Qual a diferença entre letras e fontes? 

Para que você também consiga criar ou transformar a tipografia da sua marca, é fundamental entender primeiro que letra não é a mesma coisa que fonte. “Como assim?”

As letras ou caracteres representam os signos alfabéticos que são projetados visando a reprodução mecânica. O tipo de letra é um conjunto de famílias dessas letras. Já a fonte são todos os membros de uma mesma família, individualmente.

Por exemplo,  família Segoe UI é um tipo de letra, sendo composta pelas fontes Segoe UI Light, Segoe UI Semilight, Segoe UI Regular, Segoe UI Semibold, Segoe UI Bold, Segoe UI Black e as versões itálicas de cada uma delas.

Resumidamente, a fonte pode ser definida como a soma do tipo de letra + estilo + tamanho. Por isso, é possível afirmar que as fontes fazem parte dos tipos de letras, assim como os tipos de letras são formados a partir de inúmeras fontes.

Quais são os diferentes tipos de tipografia?

Os diferentes tipos de tipografia mais comuns são: 

  • Serif (serifadas): conhecidas por seus prolongamentos e pequenos traços; 
  • Sans Serif (sem serifa): sem prolongamentos e mais minimalistas;
  • Script (handwriting): simula a escrita à mão;
  • Moderna (artísticas): mais enfeitadas.

Quando usar cada tipografia? 

O nosso cérebro é capaz de fazer associações involuntariamente de acordo com a fonte que está sendo utilizada.

Então, vamos explicar como você pode escolher a tipografia para o seu negócio tendo em mente o seu objetivo e as sensações que você deseja causar nos seus leitores, ou seja, nos seus potenciais clientes.

Uso das com serifa

As fontes do tipo Serif, ou serifadas, são indicadas para livros e texto grandes impressos, pois auxiliam na leitura, dando uma maior continuidade e sem causar cansaço visual.

Esse tipo de fonte transmite seriedade, sendo ideal para empresas que querem demonstrar respeito e valores tradicionais.

diferentestiposdetipografia6 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Exemplos: Times New Roman, Palatino, Book Antiqua, Courier, Garamond.

Uso das Sem Serifa 

Já as fontes Sans Serif, ou sem serifa, são adequadas para títulos, chamadas e textos digitais.

Isso porque, quando visualizamos um texto na tela de um computador, tablet ou celular, as Serifas acabam sendo um empecilho para a fluidez da leitura.

As fontes não Serifadas passam uma sensação de modernidade, sendo também utilizadas por marcas que preferem um design mais minimalista e neutro.

As Sans Serif levam sentimentos de alegria e segurança, indicadas para empresas que não lidam com assuntos sérios, como agências de publicidade, supermercados, lojas de roupas, entre outros.

Exemplos: Arial, Bauhaus, Tahoma, Verdana, Helvética.

diferentestiposdetipografia7 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Uso do tipo Script 

Fontes do tipo Script são mais desenhadas e parecidas com a escrita à mão, ou letra cursiva. Por isso, é mais indicada para ser usada em títulos e assinaturas.

O nosso cérebro capta esse tipo de fonte como elegante e sedutora, ideal para chamar a atenção das pessoas. Além disso, ela demonstra certo afeto.

Exemplos: Lobster, Brush, Grat Vibes, Edwardian.

diferentestiposdetipografia8 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Uso da Moderna 

As fontes do tipo Moderna devem ser utilizadas por marcas que desejam transmitir esse tipo de valor.

Por serem futuristas, acabam transmitindo mais estilo e são perfeitas para empresas que seguem as tendências.

Exemplos: Century Gothic, Infinity, Futura, Majoram, Matchbook.

diferentestiposdetipografia9 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Como usar diferentes tipos de tipografia para chamar a atenção? 

Agora que você já conhece os diferentes tipos de tipografia, é hora de aprender como utilizá-los de acordo com a sua marca. Para isso, vamos por tópicos:

  • É para ver ou para ler?
  • Como escolher as cores em fundos claros e escuros?
  • Qual tamanho usar?
  • Caixa alta ou baixa?
  • Com ou sem serifa?
  • Onde usar o Negrito (ou Bold)?
  • Alinhar à direita, à esquerda ou centralizar?
  • Por que padronizar o uso das fontes?

Dessa forma, ao final desse passo a passo, será fácil aplicar esses conhecimentos quando você for criar imagens digitais.

É para ver ou para ler?

A legibilidade é um conceito que diz respeito à facilidade com que uma letra pode ser distinguida da outra. Já a leiturabilidade corresponde ao quão facilmente o olho vai absorver a mensagem escrita e rapidamente vai se mover ao longo do texto.

Por isso, quando um texto é longo ou o conteúdo deve ser lido completamente, com atenção para que possa ser compreendido, o ideal é que você escolha fontes serifadas, que garantem maior legibilidade.

No entanto, no mundo digital, as fontes não serifadas acabam sendo melhores, por conta da melhor leiturabilidade em telas.

É importante se atentar para o fato de que em redes sociais, por exemplo, as pessoas não se interessam por conteúdos extensos. Você deve ser o mais conciso possível, para que os usuários passem o olho e absorvam a mensagem que você quer passar.

Como escolher as cores em fundos claros e escuros?

As cores também fazem parte da tipografia! Se você está criando uma imagem com fundo escuro, se escolher uma cor escura para as letras também, o conteúdo não será legível o suficiente.

Tendo isso em mente, os opostos podem ser perfeitos. Quando o fundo for claro, opte por uma cor escura para o seu texto, e vice-versa. Assim, o texto escrito na sua arte poderá ser lido sem dificuldades.

Qual tamanho usar?

Para que as imagens feitas por você possam causar o impacto desejado, ou seja, atrair a atenção dos usuários na internet, é primordial determinar o tamanho do texto inserido.

Quando você deseja criar uma arte mais visual, com um número maior de fotos, por exemplo, se a sua intenção for dar destaque para as imagens, o tamanho da fonte escolhida deve ser menor.

Da mesma maneira, quando o foco é o conteúdo, opte por uma imagem neutra e aumente o tamanho do texto.

Caixa alta ou caixa baixa?

Denomina-se caixa alta quando o texto está escrito com todas as letras maiúsculas, assim como caixa baixa refere-se a um texto com todas as letras minúsculas.

Um texto em caixa alta destaca o que está escrito. Contudo, é preciso tomar cuidado para que não pareça que você está “gritando” com o seu leitor. Além disso, blocos de texto em caixa alta são mais difíceis de ler.

Um texto em caixa baixa é mais adequado quando você quer apenas uma sentença. Caso contrário, se uma letra minúscula vier depois de um ponto final, pode parecer estranho, tirando o foco do que realmente está escrito.

Com ou sem serifa?

Como foi explicado acima, as fontes serifadas são para textos longos e que precisam transmitir seriedade. Caso você deseje criar uma chamada ou passar um conteúdo mais descontraído, as não serifadas são melhores.

Onde usar o Negrito (ou Bold)?

O Bold, ou negrito, é um artifício que deixa as letras mais grossas, como aqui. Ele pode ser utilizado tanto em títulos quanto em textos para dar destaque ao que está selecionado.

Alinhar à direita, à esquerda ou centralizar?

O alinhamento também é relevante para auxiliar na intenção do conteúdo em uma imagem.

O alinhamento à direita é utilizado, normalmente, para qualquer tipo de texto. Em artes visuais, é possível alinhar à esquerda para criar uma imagem mais descontraída. Contudo, é necessário cuidado para que ele não fique desconfortável para a leitura.

A centralização é o tipo de alinhamento mais aplicado quando você deseja que o foco da arte, no geral, seja em uma palavra ou poucas palavras. Caso contrário, o texto fica incompreensível.

Por que padronizar o uso das fontes?

Usar diferentes tamanhos, cores e variações da mesma fonte é indicado para criar uma identidade visual da sua marca com os seus leitores. Além do que, usar muitos tipos de fontes diferentes pode acabar resultando em uma imagem poluída e, por consequência, amadora.

Utilize o conceito chamado de hierarquização.

Ele é fundamental para que quem esteja lendo consiga identificar o que é o título, uma chamada e o texto. É importante manter esse padrão para não causar confusão.

Você pode destacar os elementos que considerar necessários, porém, não permita que isso interfira no fluxo de leitura, que pode acabar fazendo com que as pessoas não queiram mais ler os seus conteúdos.

Como combinar fontes diferentes?

Quando você vai fazer uma postagem, um e-book ou qualquer outro material digital, é fundamental que você utilize fontes diferentes para permitir que o seu leitor possa distinguir títulos, subtítulos e elementos de destaque.

Contudo, tenha bom senso e coerência na hora de fazer a escolha das tipografias.

O indicado é o uso de, no máximo, três fontes diferentes. Para isso, você deve apostar no contraste das famílias, como moderno e antigo, ao invés do mesmo estilo.

Você pode utilizar variações da tipografia como o negrito, por exemplo, para chamar atenção das informações que julgar relevantes ao invés de mudar a fonte.

diferentestiposdetipografia10 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Principais erros da tipografia (que você deve evitar)

  1. Misturar muitos tipos de fontes diferentes
  2. Fontes não serifadas em conteúdos longos
  3. Uso incorreto do alinhamento centralizado
  4. Contraste inadequado entre as cores do fundo e das letras

A importância das cores

diferentestiposdetipografia11 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

As cores da imagem que você irá criar não devem apenas seguir o seu gosto pessoal. Isso porque elas influenciam, às vezes, mais do que o próprio conteúdo.

Você já percebeu que a maioria dos estabelecimentos que servem comida utilizam vermelho, laranja ou amarelo? É porque essas são cores que estimulam o apetite! Pesquise sobre isso antes de escolher suas cores! E saiba mais sobre a psicologia das cores e como usá-las a favor das suas vendas!

7 tipografias para combinar com o seu conteúdo

Veja a seguir a lista de sugestão de fontes que nós preparamos para você poder se basear na hora de escolher a melhor tipografia de acordo com o tipo de conteúdo que você deseja criar. Todas elas podem ser encontradas na Trakto.

Tipografia 1 – Humor: BrawsTypeface

diferentestiposdetipografia12 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia 2 – Motivacional: Claudia

diferentestiposdetipografia13 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia 3 – Materiais educativos: TimesNewRomanPSMT

diferentestiposdetipografia14 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia 4 – Apresentações de negócios e produtos: Amelia-Rounded-Light

diferentestiposdetipografia15 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia 5 – Dicas & truques de “como fazer”: QuincyCF-Light

diferentestiposdetipografia16 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia 6 – Perguntas & respostas: Coustard

diferentestiposdetipografia17 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Tipografia  7 – Promoções e vendas: Raleway Medium

diferentestiposdetipografia18 - Diferentes tipos de tipografia: GUIA completo para não designers

Gostou de conhecer os diferentes tipos de tipografia? Caso sim, compartilhe este texto em suas redes sociais!

Aproveite para conhecer a Trakto!

A Trakto é o editor online mais fácil da internet. Nele, você encontra diversos modelos (criados para não designers) personalizáveis de imagens para redes sociais, apresentações, eBooks, propostas comerciais e muito mais!

Além disso, a Trakto combina com todos os bolsos, uma vez que a plataforma traz dois planos: o gratuito e o pago. Os dois são excelentes, a diferença é que o segundo traz recursos e filtros exclusivos. 

Ficou interessado? Então, teste a plataforma, é grátis!