Como criar um painel semântico? Guia completo com passo a passo

Tempo de leitura: 5 minutos

Saber como criar um painel semântico é uma atitude inteligente de todos que trabalham com criação, uma vez que essa ferramenta impulsiona a inspiração e o desenvolvimento de conceitos. Logo, é fundamental para quem deseja definir a identidade visual para um cliente ou criar apresentações, por exemplo.

Em linhas gerais, esse recurso representa um grande aliado para todo profissional que trabalha com abstrações e imagens. Isso porque esse painel serve para colocar em ordem e traduzir, visualmente, um conceito . 

Nele, são depositados todos os insights sobre o projeto. Sem falar que um moodboard representa a marca e seus conceitos, uma vez que funciona também como um quadro de referências por englobar todas as ideias visuais, como texturas, cores e formas. 

Em outras palavras, saber como criar um painel semântico é uma prática essencial para quem deseja fomentar a criatividade e, ao mesmo tempo, quer desenvolver um produto alinhado com os interesses de seus clientes e público-alvo. 

Foi o que mostrou um estudo realizado pelo Journal of Business Research. Segundo ele, os painéis semânticos são altamente eficazes para configurar um cenário, estabelecer um ponto de referência e direcionar estratégias em relação a subprodutos. 

Para saber como criar um painel semântico de sucesso, basta seguir com sua leitura!

Como criar um painel semântico em 6 etapas?

Confira o passo a passo e saiba como criar um painel semântico online. 

1. Determine o estilo do design

O estilo do design deve estar totalmente ligado à identidade visual do projeto. Isto é, ele precisa expressar o conceito da empresa e também a personalidade de sua audiência. 

Sendo assim, antes de buscar inspiração para sua criação, é crucial estudar a fundo seu cliente e entender o que ele deseja transmitir. 

Algumas ideias para estimular sua criatividade nesse processo de criação e evitar qualquer tipo de bloqueio são:

  • caso esteja trabalhando com a campanha de uma empresa que deseja impulsionar as vendas na Black Friday,  vale explorar o conceito de harmonia das cores e, assim, utilizar cores vivas, como o vermelho e letras em caixa alta para incitar a compra. 
  • se quiser refletir a credibilidade de um produto financeiro, por exemplo, é interessante se restringir às cores da marca e explorar elementos visuais mais minimalistas e cores sóbrias, como o azul. 

2. Brinque com os conceitos 

É claro que um painel semântico deve apresentar a identidade e o conceito de uma marca. No entanto, isso não significa que você não possa explorar sua criatividade apenas com essa ideia em mente. 

De forma prática, isso significa que é preciso ir além da representação da marca, uma vez que você pode testar temáticas relacionadas à sua proposta de valor. 

Por exemplo, uma empresa que trabalhe com festa infantil não precisa ter um painel semântico que apenas represente o slogan da marca, mas sim deve refletir a liberdade infantil e a sua felicidade não só no contexto da festa, mas também trazendo os pequenos brincando ao ar livre. 

comocriarumpainelsemantico1 - Como criar um painel semântico? Guia completo com passo a passo

Crédito: Pinterest 

4. Pense nas texturas

Além das cores e das imagens, uma estratégia interessante para criar um painel semântico é pensar nas texturas. 

Por exemplo, se o seu cliente for da área de arquitetura, uma boa forma de expressar a essência de sua marca é representá-la por meio de texturas que simulam o tijolo. 

Já se estiver representando uma empresa de moda que tenha como público-alvo jovens românticas de 20 anos, uma tática que faz sentido é trabalhar com texturas que lembrem o veludo ou tecidos floridos.

comousaraproporcaoaurea2 - Como criar um painel semântico? Guia completo com passo a passo

Crédito: Pinterest 

4. Coloque tudo em seu devido lugar

Como dito acima, um moodboard é uma ferramenta que destaca a organização. Logo, esse painel deve apresentar diferentes conceitos e ideias, mas eles devem estar bem organizados. Caso contrário, seu cliente não o compreenderá.

Nesse contexto, você pode colocar exemplos de botões, diferentes estilos de tipografia, fontes, menus, cores e também os temas relacionados à identidade da marca. 

comousaraproporcaoaurea3 - Como criar um painel semântico? Guia completo com passo a passo

Crédito: Jane

5. Vá além das imagens estáticas 

Se uma imagem vale mais do que 1000 palavras, o que podemos dizer sobre um vídeo e os gifs? Brincadeiras à parte, para incrementar o seu painel semântico, pesquisar diferentes e criativos vídeos e gifs animados pode fazer toda a diferença para o seu projeto. 

Para aplicar essa estratégia, é válido saber que você pode tanto utilizar aplicativos como também  buscar por referências navegando na web. 

6. Peça feedbacks

Depois de criado o seu quadro, chega o momento de pedir feedbacks. Para tanto, divida o seu painel com colegas e seu time. Pergunte a eles o que eles compreenderam, se o moodboard está criativo o bastante e se, ao mesmo tempo, está alinhado com os interesses do cliente. 

Após essa primeira leva de opiniões, é preciso conversar com seu cliente, uma vez que ele o guiará mostrando o que faz sentido e funciona e o que precisa ser ressignificado. 

Como criar um painel semântico online? Dica extra

Por último, mas não menos importante, para criar um painel semântico é crucial contar com uma ferramenta que possibilite que você brinque e edite de acordo com as suas preferências e desejos do cliente. 

Para isso, existe a Trakto, uma plataforma que impulsiona suas idéias e insights criativos, permitindo que você:

  • recorte, com apenas 1 clique, o fundo de fotos com pessoas e objetos;
  • incorpore efeitos e filtros coloridos exclusivos;
  • personalize sua arte e materiais;
  • inclua diversas imagens (o banco da Trakto tem mais de 3 milhões!);
  • brinque com gifs de memes e de desenhos. 

Quer mais? Pois a Trakto conta com dois planos: um gratuito e outro que custa um pouco mais que um café!

Que tal começar agora fazendo um teste, pagando R$ 0,00 por ele? 

Crédito da foto de capa: Pinterest